24 de abr de 2008

VIRADA, Record news, news and other things...


LOS PORONGAS

26/04 - sábado - 23h

palco ABRAFIN - páteo do colégio


O tradicional Pateo do Colégio vai receber um público bem diferente daquele ao qual está acostumado. Por meio de uma parceria da Secretaria Municipal de Cultura com a Associação Brasileira de Festivais Independentes, 30 bandas vindas de todos os pontos do Brasil, escolhidas pelos respectivos festivais independentes, irão mostrar durante a Virada sua força e criatividade que extrapolam a música e ganham o status de estilo de vida.




Agenda Maio
02/05 - Conexão Telemig - Belo Horizonte/MG - com Falcatrua
03/05 - Expozebu - Uberaba/MG
08/05 - Funhouse - São Paulo/SP
10/05 - Araraquara/SP - com Madame Saatan
17/05 - Centro Cultural Vergueiro - São Paulo/SP - com O Quarto das Cinzas
18/05 - Virada Paulista - Caraguatatuba/SP

O programa Link Brasil, da Record News, dedicou uma edição ao MP3 e a produção me colocou na roda para discutir os aspectos desse formato com Francisco Madureira, responsável pela editoria de textos sobre tecnologia no portal UOL. Foi bem divertido! Valeu Thiago Hermano, amigo, maluco e produtor (necessariamente nessa ordem!) e nosso assesssor de imprensa nas horas vagas.



PARTE 1 - A revolução do MP3
http://www.mundorecordnews.com.br/play/f83885b5-8e90-4730-855e-84eccff3ce4f
PARTE 2 - Qual o melhor formato?
http://www.mundorecordnews.com.br/play/47a32dfa-abc4-4f1f-86ce-fdb9cda9496f


Tanta coisa acontecendo ao mesmo tempo. Ou é o tempo que acontece durante o correr das coisas? Não sei. Sinceramente não sei. Talvez sejam as duas coisas, ou talvez as duas coisas sejam uma só. Filosofia barata. Ah, um chinelo por aqui! O show na Funhouse, na festa do Urbanaque foi muito bom, e contamos com a presença ilustre de quase toda banda Madame Saatan, mais uma que desceu pra "Sampaidégua' em busca do sonho rocker. Esses dias, aliás, o que mais se tem visto na terra da garoa é paraense. A banda Euterpia tb veio morar e tocar. É ótimo quando nos econtramos. Sintonia de gente que é quente, espontânea e insiste em enfiar égua no início ou no final das orações. Orações, aliás, são algumas letras do Madame Saatan, que esses dias fez um show na Outs de cativar novos fiéis em uma noite muito parecida com a que tocamos por lá pela primeira vez, a convite do Ludovic daqui de Sampa, que aliás foi quem fechou a noite. Os Macaco Bong apareceram por lá também (e não era essa mais uma das muitas noites fora do eixo que têm insistido em acontecer?). E o que falar do Vanguart? Esses dias fomos eu e João mais uma ruma de paraenses assistir ao show dos nossos amigos cuiabanos no Studio SP. Bonito ver o lugar lotado com gente cantando a maioria das músicas. E o show do Quarto das Cinzas no SESC-Pompéia? aplausos à leveza. quanta coisa, não? ainda sobre o Vanguart eu e João e Priscilla Brasil (documentarista e diretora dos videoclipes do Madame Saatan) e Ícaro, baixista do Madame, fomos acompanhar a gravação do novo clipe dos cuiabanos. Foi uma longa noite de Ação! num estúdio lá na Barra Funda, cheio de amigos querendo morrer, como diz a letra de Hélio Flanders, numa canção que já nasceu hit, Semáforo. É um momento de muitos encontros e caminhos largos, e nisso já se vai quase um ano na cidade de São Paulo. Amanhã, aporta lá em casa uma certa banda de melhores amigos, a Filomedusa. Outra que saiu do Acre e por onde tem passado deixa todos de orelha em pé. É, rapaz... o Acre é mesmo capaz de continuar produzindo muitas boas novidades. Coisas de brasil que é brasis, coisas assim, de arte. de amor à arte. de antena ligada. coisas de quem tem um wireless no coração. eles vêm pra virada cultural. essa virada promete muito papo-som dentro da noite, como diria Belchior. e são tantas baratas filosofias... ah, um chinelo por aqui!

diogo